Conheça os benefícios da Geoterapia


Você sabia que a argila pode ser uma grande aliada no tratamento de diversas doenças?

Desde os povos antigos do oriente e até mesmo os ocidentais já utilizavam o mineral, que era usado para combater inflamações e úlceras.

Geoterapia, técnica como é chamada atualmente, é um tratamento holístico e natural com frutos da terra. A terapia faz uso de argila, barro, pedras e cristais, como ferramentas para amenizar e cuidar de desequilíbrios físicos, tendo efeito bactericida, anti-inflamatório e cicatrizante. Fique atento! Para cada tratamento há um tipo específico de argila (verde, marrom ou acinzentada, geralmente misturada com óleos essenciais de vários tipos).

Rosana Batestusso, naturóloga do Instituto Brasileiro de Naturologia, explica que a argila filtra as impurezas e potencializa o efeito da substância utilizada com ela. “Para o fígado, por exemplo, utilizo a argila verde. A mesma vale para eliminar a acne, usada com óleo de melaleuca. Na pele, aplico uma mistura de argila amarela e óleo essencial de grapefruit, explica”. Ela conta também que a argila amarela serve para a estética na região do abdômen, que auxilia na absorção de gorduras e renovação das células. Já a branca com óleo de laranja e gerânio tem a função de clarear manchas.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

 

Quais os benefícios da Geoterapia?

Além de ser um aliado nos tratamentos estéticos e contribuir para o bom funcionamento de nossas células, a terapia é eficaz nos tratamentos da psoríase, diabetes e doenças intestinais, como também nos efeitos da menstruação, como cólicas ou TPM.

Como funciona o tratamento?
A forma mais comum é a cataplasma, quando a argila é misturada a outras substâncias, se transformando em uma espécie de massa pastosa, que é aplicada em regiões específicas do corpo por meio de panos finos. Sua temperatura é variável: em casos de inflamação, por exemplo, ela deve ser menor do que a temperatura do corpo para que absorva o calor emitido pela região inflamada.
Segundo a naturóloga, durante a sessão, é comum a região doente ficar bastante quente. Se a temperatura está alta é um indício que o local está bastante comprometido. Rosana sempre utiliza a Geoterapia como algo complementar ao tratamento médico, às vezes até após o seu término. “Se é uma inflamação na garganta, por exemplo, nunca indico a geoterapia com o uso de antibióticos, pois na hora da aplicação, o corpo acaba expelindo o medicamento”.

Tipos de argila e suas funções:

Argila Branca: por ter uma elevada porcentagem de alumínio, possui propriedades antissépticas e cicatrizantes. É usada também no tratamento de manchas em peles sensíveis.

Argila Verde: tem efeito desintoxicante e é empregada principalmente na esfoliação do couro cabeludo para auxiliar o crescimento dos fios.

Argila Preta: considerada nobre, a substância combate inflamações e ajuda a aliviar o estresse. É conhecida como Lama Negra.

Argila Marrom: muito utilizada para tratar acne, pois reduz a oleosidade da pele. Além disso, apresenta efeito rejuvenescedor.

Geoterapia-A-saúde-que-vem-da-Terra

Dica: Evite alergias e outras complicações, procurando sempre a orientação de um profissional especializado.

Texto baseado no site: Vila Mulher

Deixe uma resposta